“Quero mais é que apure”, diz Bruno Reis após Senado decidir investigar também repasses a governadores e prefeitos

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), afirmou, em entrevista ao BNews, que não se incomoda com a decisão dos senadores, desta terça-feira (13), que vão instalar CPI para investigar, além do governo federal, repasses aos governadores e prefeitos.

“Recebo essa notícia com toda tranquilidade, não há nenhuma denúncia, suspeita, nenhuma dúvida sobre a boa aplicação dos recursos aqui em Salvador. Inclusive, a prefeitura vem fazendo o esforço com investimento próprio em números expressivos. Quero mais é que apure”, disse o prefeito.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu unir o requerimento das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) apresentados pelos senadores Eduardo Girão (Podemos-CE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), para a comissão investigar governos federal, estadual e municipal.

“Eu acho que os senadores, o Congresso, deveriam tá gastando energia pra ajudar a gente a superar essa crise sanitária”, completou Bruno Reis.

Em coletiva de imprensa quando completou 100 dias de governo, o prefeito de Salvador afirmou que foram investidos pelo município mais de R$74 milhões por mês em todas as áreas para ações de combate à covid-19 – desse total, R$7 milhões foram captados junto à iniciativa privada.

COMPARTILHAR