Marcelo Nilo diz que decisão do Senado de incluir estados e municípios na CPI da Covid é inconstitucional

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) comentou na noite desta terça-feira (13), a decisão tomada pelo presidente do Senado Rodrigo Pacheco (Democratas-MG), em criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar União, estados e municípios nas ações e eventuais omissões do governo federal em meio à pandemia, além de fiscalizar recursos destinados ao combate da Covid-19.

Em conversa com o BNews, Nilo classificou a iniciativa como inconstitucional. “Eu acho que é inconstitucional, que apura o Estado é a assembleia [Legislativas] e a prefeitura é a Câmara de Vereadores. O Senado está se intrometendo em outra esfera, tem que se concentrar naquilo que é direto deles. Quem fiscaliza o Estado é a assembleia, se ele for fiscalizar vai fechar a assembleia? É ela que tem que fiscalizar. O Senado juridicamente está equivocado, fizeram isso pra atender Bolsonaro?”

BNews

COMPARTILHAR