Feira: Colbert reage a ataques do presidente da Câmara de Vereadores

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), anunciou por meio de nota à imprensa que vai entrar na Justiça contra os ataques sofridos por ele na Câmara de Vereadores desferidos pelo presidente da Casa, o vereador Fernando Torres (PSD). 

“A insistência do presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Fernando Torres, em atingir a honra do chefe do Poder Executivo Municipal deixa claro que esses ataques são fruto de um rancor causado por uma decepção em não ver satisfeitos interesses pessoais”, inicia Colbert. 

“Meros discursos e xingamentos, com expressões de ódio, na verdade só fazem prejudicar a imagem do Poder Legislativo e, por consequência, a imagem de Feira de Santana. O cidadão já não se deixa levar, há muito tempo, por essa prática política caluniosa, com acusações que buscam apenas um espetáculo mal ensaiado e pateticamente apresentado”, continua. 

“O Governo Municipal vai sempre reagir a agressões sem fundamento, em respeito principalmente à comunidade de Feira de Santana, que não merece esse tipo de postura de uma autoridade, enquanto o município enfrenta problemas cuja solução também é uma responsabilidade do Poder Legislativo. Firme nesta direção, o prefeito municipal, na esfera privada, já determinou aos seus advogados a adoção das medidas judiciais cabíveis em relação ataques cometidos contra a honra”, completa. 

A nova acusação de Torres contra Colbert envolve o suposto desvio de recursos federais para a execução de um trabalho de terraplenagem de um terreno existente no distrito de Humildes para a construção de uma unidade de saúde. Segundo o edil, após o serviço estar concluído, a prefeitura decidiu mudar o posto de lugar. 

“A prefeitura gasta para a construtora, que pega quase pronto. Não acredito que foi a construtora que gastou R$1 milhão e jogou no lixo. A obra vai mudar de lugar e deixar a benfeitoria para alguém. Isso é corrupção, cabe à Polícia Federal investigar. Foi dinheiro de emenda parlamentar”, acusou. 

MAIS FARPAS – A vacinação contra a Covid-19, em Feira de Santana, já alcançou pessoas com 21 anos de idade, apesar de a Prefeitura não dispor, no momento, de vacinas para oferecer à população. Contudo, segundo Fernando Torres, há pessoas com 28 anos que ainda não conseguiram ser vacinadas. 

De acordo com o parlamentar, seus filhos gêmeos de 28 anos estão há cinco dias tentando conseguir a vacina nos postos de saúde do município, porém não obtiveram êxito. “Ontem pela manhã, acompanhando o programa Acorda Cidade de Dilton Coutinho, ouvi o secretário de saúde do município dizer que não tem vacina para a população. Então para quê baixou a idade para 21 anos? Tenho dois filhos gêmeos, com 28 anos, que estão há 5 dias tentando conseguir a vacina nos postos e nos locais de vacinação. Baixou pra que? É pra mostrar pra fora que Feira está vacinando muitas pessoas? Porque, se não tem vacina, não tinha porquê baixar a idade”, discursou, na Casa. 

Tribuna da Bahia Henrique Brinco 


COMPARTILHAR