NEUSA CADORE LUTA PARA AMPLIAR REDE DE PROTEÇÃO ÀS MULHERES

A violência contra a mulher representa uma das piores formas de violação dos direitos humanos”, destaca a deputada estadual Neusa Cadore Lula (PT), no texto da indicação encaminhada ao governador Rui Costa, em que solicita o atendimento da Deam Itinerante (Delegacia Móvel Especial de Atendimento à Mulher) nos municípios dos territórios da Bacia do Jacuípe e Chapada Diamantina. Os documentos foram enviados na última sexta-feira (1º)

A parlamentar explica que a violência contra a mulher passou a ser tratada como um problema social após muita luta dos movimentos de mulheres e feministas. Neusa destaca que mesmo com as 15 Deams e um conjunto de mecanismos de enfrentamento à violência na Bahia, o Estado foi o terceiro do país em número de feminicídios em 2020, conforme levantamento anual feito pela Rede de Observatório da Segurança.

A deputada Neusa, que já indicou a implantação de unidades da Deam nos dois territórios, em razão do aumento da violência contra as mulheres, pede que o Governo da Bahia atenda a mais essa pauta contra a violência familiar e de gênero. “Apesar de serem cada vez menos aceitas socialmente, as práticas violentas contra a mulher, permanecem irradiando, fazendo vítimas e silenciando mulheres, principalmente, nas formas mais brandas de agressão”, lamenta.

O Território da Bacia do Jacuípe abrange 15 municípios: Baixa Grande, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Gavião, Ipirá, Mairi, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas, Quixabeira, Riachão do Jacuípe, São José do Jacuípe, Serra Preta, Várzea da Roça, Várzea do Poço e uma população de aproximadamente 237 mil habitantes. Já o Território da Chapada Diamantina possui 24 municípios: Abaíra, Andaraí, Barra da Estiva, Boninal, Bonito, Ibicoara, Ibitiara, Iraquara, Itaeté, Jussiape, Lençóis, Marcionílio Souza, Morro do Chapéu, Mucugê, Nova Redenção, Novo Horizonte, Palmeiras, Piatã, Rio de Contas, Seabra, Souto Soares, Tapiramutá, Utinga e Wagner e conta com população aproximada de 376 mil habitantes.

DEAM ITINERANTE

Criada no último mês de setembro, pelo Departamento de Polícia do Interior (Depin), a Deam Itinerante fornece atendimento às mulheres em diferentes municípios do interior do estado. A Delegacia Móvel percorre as cidades com uma equipe especializada. Registros de ocorrências, orientações, além de atividades integradas com os órgãos da rede de atendimento à mulher, disponíveis em cada cidade, são realizados durante as visitas

COMPARTILHAR