Datena revela que não aceitará ser vice-presidente

A afirmação foi feita durante entrevista com o pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT), veiculada no programa de rádio Manhã Bandeirantes

O apresentador José Luiz Datena afirmou que não vai aceitar ser candidato a vice-presidente caso haja a fusão entre o Partido Social Liberal (PSL) e o Democratas (DEM). A afirmação foi feita durante entrevista com o pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT), veiculada no programa de rádio Manhã Bandeirantes, nesta quinta-feira (23).

Recém-filiado ao PSL e cotado para concorrer as eleições de 2022, Datena citou uma pesquisa do IPEC para defender sua decisão. “Mesmo no segundo cenário estou na frente do Doria… Do Doria, do Mandetta, do Pacheco.. Os caras estão fundindo um partido e querem que eu seja vice do Mandetta, do Pacheco… Já estou dizendo que não vou ser. Não vou ser”, disse Datena.

 O levantamento do IPEC aponta em um dos cenários Datena com 3% das intenções de voto, na frente de João Doria (2%), Luiz Henrique Mandetta (1%) e Rodrigo Pacheco (1%). Neste cenário, a pesquisa mostra Lula (PT, 45%), Jair Bolsonaro (sem partido, 22%), Ciro Gomes (PDT, 6%) e Sergio Moro (5%) à sua frente.

COMPARTILHAR