Vitória vai para última rodada da Série B com 91% de risco de queda; veja contas do time para escapar

Após derrota para o CBR, o Vitória entrou em situação dramática na Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado em Alagoas, o risco de rebaixamento do Rubro-Negro chegou a 91,2%, segundo cálculos do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Quando a bola rolou em Maceió, o time treinado por Wagner Lopes só dependia das próprias forças para se manter na Segunda Divisão. Mas a independência rubro-negra chegou ao fim com a derrota por 3 a 1.

Para escapar do rebaixamento, o Vitória precisa vencer o Vila Nova, no Barradão, no próximo domingo. Também vai precisar torcer para que o Remo perca o seu jogo para o Confiança, no Baenão, e que o Londrina não vença sua partida diante do Vasco, em confronto disputado no Estádio do Café.

Jogos que envolvem a luta contra o rebaixamento na Série B:

  • Vitória x Vila Nova, domingo, 28 de novembro, às 16h;
  • Londrina x Vasco, domingo, 28 de novembro, às 16h;
  • Remo x Confiança, domingo, 5 de dezembro, às 16h.

Apesar do cenário adverso, o técnico Wagner Lopes evitou jogar a toalha na entrevista coletiva após a derrota no Estádio Rei Pelé. O comandante rubro-negro lembrou que ainda falta uma rodada e se ateve aos resultados que podem salvar a equipe.

– Enquanto tiver 1% de possibilidade, é acreditar. Os outros adversários podem perder. A gente vai para o jogo em casa para vencer e ainda ter esperança, levantar a cabeça e trabalhar firme para buscar os 43 pontos e a permanência na Série B – disse Wagner Lopes na entrevista coletiva após a partida.

COMPARTILHAR