Sisu: notas de corte parciais em medicina vão de 770 a 918 pontos; federal do Amapá é a mais ‘disputada’

Pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2022, os candidatos que quiserem ser aprovados em medicina na Universidade Federal do Amapá (Unifap) precisarão ter atingido, no mínimo, 918,38 pontos no último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

É a maior nota de corte parcial do Brasil, comparando as registradas pelos 88 campi que oferecem esse curso no programa do Ministério da Educação (MEC).

Entre as 10 universidades com índices mais altos em medicina, 9 delas adotam um “bônus geográfico”: atribuem 10%, 15% ou 20% de acréscimo às notas do Enem de quem nasceu ou estudou em determinada região

10 maiores notas de corte em medicina

Abaixo, veja o ranking das 10 maiores notas de corte em medicina, na modalidade de ampla concorrência, nas parciais de 16 de fevereiro, à 0h.

Sisu: maiores notas de corte parciais em medicina

UniversidadeCampusCidadeNota de corte parcial (16/02)
UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁMarco ZeroMacapá918,38
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTECaicóCaicó (RN)909,91
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBASedeJoão Pessoa876,35
UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCOSanto AmaroRecife867,79
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCOAgreste CaruaruCaruaru (PE)864,09
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTECentralMossoró (RN)860,45
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTECentro de Ciências da SaúdeNatal859,53
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULOFaculdade de OdontologiaBauru (SP)855,16
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRECampus UniversitárioRio Branco853,57
UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOASArapiraca – SedeArapiraca (AL)852,7
COMPARTILHAR