Boderline cumpre 23 mandados de prisão e desarticula ‘puxadores de bonde’

 

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apresentou nesta quinta-feira (19) os resultados da Operação Boderline (lembre aqui). Mais de 23 mandados de prisão preventiva foram cumpridos, todos eles membros de um grupo criminoso com atuação em Valéria, Palestina e Simões Filho.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apresentou nesta quinta-feira (19) os resultados da Operação Boderline (lembre aqui). Mais de 23 mandados de prisão preventiva foram cumpridos, todos eles membros de um grupo criminoso com atuação em Valéria, Palestina e Simões Filho.

Segundo a delegada Andréa Ribeiro, diretora do DHPP, os indiciados são suspeitos de homicídios e tráfico de drogas. As prisões contaram com o apoio da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil e da Polícia Militar.

De acordo com ela, foram apreendidos um arsenal com fuzis e uma granada. Indivíduos conhecidos como “puxadores de bonde” foram alguns dos alvos da ação.

“Eles [os puxadores] costumam ser aqueles indivíduos que estão a frente das ações. Geralmente os bondes eles são compostos por vários indivíduos. Eles acabam reunindo aí indivíduos em em números de 15, 20, 30 homens e os puxadores são aqueles indivíduos que geralmente são os mais destemidos”, explicou Ribeiro.

Conforme afirmou a delegada, “ficou evidenciada a participação desse grupo criminoso em mais de 15 ocorridos naquela região de Valéria”. 

Informações do BN

COMPARTILHAR