Um grupo de pelo menos 25 autoridades e políticos brasileiros esteve no Vaticano na manhã de ontem para a cerimônia de canonização de Irmã Dulce

Irmã Dulce é canonizada pelo Papa Francisco em cerimônia que reuniu milhares no Vaticano

O governador da Bahia, Rui Costa, acompanhou diretamente da Praça São Pedro, no Vaticano, a cerimônia em que Irmã Dulce foi reconhecida como santa pela igreja católica, na manhã de domingo (13).


Um grupo de pelo menos 25 autoridades e políticos brasileiros esteve no Vaticano na manhã de ontem para a cerimônia de canonização de Irmã Dulce. Oficializada primeira santa brasileira, Santa Dulce dos Pobres nasceu em Salvador, em 1914, e teve a canonização autorizada em maio pelo papa Francisco após o Vaticano reconhecer seu segundo milagre. O governador da Bahia, Rui Costa (PT), publicou nas redes sociais um vídeo filmado na Praça de São Pedro. Acompanhado da mulher, Aline Peixoto, Rui afirmou que o momento era de grande emoção para os conterrâneos. “Este momento não é especial apenas para quem é católico, mas para todos os baianos que acreditam no poder de fazer o bem ao próximo”, disse o governador. Disseram o mesmo o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), o seu vice, Bruno Reis (DEM), e o presidente da Cãmara, Geraldo Júnior (SD).

COMPARTILHAR