Rui Costa lamenta morte de PM e rebate criticas após repercussão do caso

Governador comenta caso do soldado Wesley Soares e afirma que governadores têm sofrido com “mentiras e ameaças”

O governador do Estado, Rui Costa, usou suas redes sociais para lamentar a morte do policial Wesley que, armado durante um “surto”, atirou contra outros agentes da força policial no Farol da Barra, no final da tarde deste domingo (28). Rui disse lamentar profundamente o desfecho da operação, mas também prestou solidariedade aos agentes envolvidos na operação que colocaram suas “vidas em risco”.

“Quero lamentar profundamente o fato ocorrido neste domingo e ao mesmo tempo manifestar meus sentimentos à família do policial envolvido. Também quero estender minha solidariedade a todos os policiais que participaram da operação e colocaram suas vidas em risco”, disse Rui.

Rui também aproveitou a oportunidade para criticar os ataques recebidos após a repercussão negativa do caso, onde afirmou que apesar do final de semana de ameaças a ele e outros governadores, não serão intimidados por “mentiras e ameaças”

“O final de semana foi de ataque a mim e a governadores e prefeitos do Brasil inteiro, mas não iremos nos intimidar com mentiras e ameaças. Reafirmo meu compromisso com o enfrentamento da pandemia e com a saúde e a vida dos baianos e baianas”, disparou Rui Costa.

“Continuaremos lutando dia após dia por mais vacina. Vacina para policiais militares e civis, para guardas municipais e para os trabalhadores da educação. Vamos continuar trabalhando pela paz em nosso país, pelo desenvolvimento, pela harmonia e pelo respeito às leis e à constituição”, completou. 

COMPARTILHAR