Delegado diz que mãe de bebê encontrado em buraco em Santo Estêvão tentou ocultar crime de abandono

 

A mãe do menino de 1 ano e 11 meses, que foi encontrado vivo depois de passar dois dias em um buraco na cidade baiana de Santo Estêvão, tentou ocultar o crime de abandono, conforme informação do delegado Jean Souza, responsável pelas investigações.

Conforme o delegado, ela abandonou o garoto no dia do desaparecimento. Na segunda-feira (16), ela foi até a delegacia comunicar o sumiço do filho, um dia após deixar o pequeno Heitor Gomes. Ela ainda admitiu “descuido” e falou ser “uma atitude irresponsável”.

“Na verdade, ela havia abandonado a criança. Foi descoberta pelos policiais durante as diligências, razão pela qual ficou detida. Mas o fato de ter vindo [à delegacia], feito uma comunicação falsa e ter distorcido os fatos prejudicou as investigações. Inclusive, talvez responda por outro crime. Ela obstruiu as investigações e tentou ocultar o crime, que é o abandono do menor”, disse o delegado.

O pequeno foi encontrado por uma agente de pedágio às margens da BR-116, em um ponto que fica a 60 metros de onde a criança mora com a mãe. Ele foi encaminhado para o Hospital Doutor João Borges de Cerqueira, com desidratação e febre, e permanece em observação médica. O estado de saúde é considerado bom, mas sem previsão de alta médica.

COMPARTILHAR