Secretário de Governo de Nova Redenção diz que prefeita foi impedida de sancionar plano de carreira do magistério

Ivan Soares aponta que ano eleitoral a gestão não pode “beneficiar” categorias por causa da lei eleitoral.
"/>

O secretário de Governo de Nova Redenção, Ivan Soares, usou suas redes sociais no início na última quinta-feira (30) para falar sobre o Plano de Carreira do Magistério do município da região da Chapada Diamantina. De acordo com Ivan, a prefeita Guilma Soares (PT) foi impedida de sancionar o projeto de lei que fazia reajustes no Plano de Carreira dos professores da rede municipal de ensino.

“O plano é fruto da vontade política da prefeita Guilma Soares desde a campanha eleitoral. Depois de analisar os impactos financeiros, nas contas do município, fizemos o plano com muita responsabilidade e mandamos para a Câmara Municipal de Vereadores aprovar no dia 4 de março. No entanto, a votação só aconteceu no dia 6 de abril”, disse.

Conforme Ivan Soares, o projeto foi encaminhado para a prefeita Guilma no dia 7 de abril, data em que os gestores que vão para a reeleição não podiam “beneficiar” nenhuma categoria do município. “Acredito que o presidente da Câmara, que encaminhou o projeto depois do prazo, não fez por ‘má fé’, talvez não sabia, que em ano eleitoral, precisamos ficar atentos a datas e prazos limites”, completa o secretário.

Jornal da Chapada

COMPARTILHAR