Rui diz que “nenhum órgão está sem direção” O governador afirmou que não pretende fazer tão cedo as alterações nos órgãos do segundo escalão da gestão estadual

O governador Rui Costa afirmou que não pretende fazer tão cedo as alterações nos órgãos do segundo escalão da gestão estadual. O petista respondeu a um questionamento da Tribuna durante o programa “Papo Correria”, veiculado ontem nas redes sociais. Até agora, permanecem sem alteração no comando, entre outros órgãos do 2° escalão, a Embasa, o Detran, o Procon, a Fundação Luis Eduardo Magalhães e a Fundação Cultural. “Nenhum órgão está sem direção. Todos estão trabalhando. A troca é uma opção do governador. Todo mundo está nomeado, trabalhando. Eventuais substituições serão feitas”, destacou.

Conforme a Raio Laser divulgou, os deputados da base esperavam que Rui anunciasse ontem nomes que faltam para a administração estadual. Afinal, não é apenas a demora na nomeação dos titulares de órgãos importantes do 2° escalão que os preocupa. Eles aguardam com ansiedade também a escolha dos cargos regionais e municipais em áreas como as da Saúde e Educação, Adab e Ciretrans, alegando que nunca se demorou tanto para se completar as nomeações da máquina estadual no interior. 

Ainda no programa, o chefe do Palácio de Ondina afirmou que os nove governadores do Nordeste estão organizando uma viagem para a França. “Estamos organizando uma viagem conjunta para mostrar na Europa o conjunto de investimentos na região”, destacou. Ele negou ser a favor da Reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro (PSL). “Não sou a favor da Reforma da Previdência. A minha posição e dos governadores do Nordeste, somos contra essa Reforma que está tramitando no Congresso Nacional. E elencamos pontos que têm que sair de imediato, para a gente começar a dialogar: o primeiro é que não inclua trabalhadores rurais; o segundo, o BPC; o terceiro a proposta nefasta de capitalização”.

 O petista também falou sobre o aumento dos salários de professores. “É claro que em gestão pública é preciso valorizar os professores”, avalia.  “A Bahia paga um dos melhores salários do Brasil. Estamos entre os quatro melhores salários, tanto na rede básica, quanto na categoria de professor universitário”, disse, destacando ainda que o estado é um dos que têm maior média de professores universitários com dedicação exclusiva. Ele desmentiu os rumores a respeito da greve dos professores estaduais. “Ao invés de fazer um debate de ideias, as pessoas estão fazendo notícias falsas. Hoje mesmo respondi uma fake news dizendo que o Estado tinha cortado assistência médica de professores em greve. Isso é mentira”.

Rui comentou também a respeito de uma manifestação dos moradores do bairro de Novo Horizonte,  devido ao fechamento da rua conhecida como “Rio da Bica”, que faz divisa com o Centro Administrativo da Bahia (CAB). “Pedi para que se chamasse a comunidade e fizesse um diálogo. […] A rua não respeitou os aspectos legais, mas está aberta e não sou eu que vou fechar”, afirmou, alegando que não foi consultado sobre o fechamento. “Não vamos permitir que vereadores e candidatos a vereadores ganhem politicamente fazendo loteamento em terra pública”.

Tribunadabahia

COMPARTILHAR