Gato com doença causada por mutação do ‘coronavírus felino’ comove a web

O gato Abu foi diagnosticado com Peritonite Infecciosa Felina (PIF), doença causada por uma mutação do “coronavírus felino”. Com um 1 ano de vida, a luta da família para conseguir realizar um tratamento experimental e importado, que custa em torno de R$ 30 mil, já está comovendo internautas.

Ao g1, a auxiliar administrativa e tutora dele, Mariana Marques Machado Mola, de 33 anos, disse ue adotou o filhote no fim de outubro, e que em dezembro ele começou a apresentar alguns sintomas da doença. Moradora de Santos, no litoral de São Paulo, Mariana encontrou Abu em uma feira de adoção em Santos, no litoral de São Paulo.

“A veterinária do estabelecimento perguntou por que não dávamos oportunidade ao Abu, e nos apresentou. Falou que ele veio de um cemitério, que já tinha vindo cego, estava há mais tempo na feira, e ninguém olhava para ele por conta da condição. Trouxemos o Abu para casa, quando ele chegou, se deu bem com a [cachorrinha] Mel, ficou mais tempo no quarto das crianças, foi tranquilo”, relembra.

Pelo fato de Abu não engordar, já tinha passado por uma veterinária algumas vezes, mas que, em dezembro, uma mancha branca no olho fez com que eles novamente levassem o felino a uma consulta. “Tem uma amiga da nossa veterinária que é oftalmologista, e topou ver o Abu. Ela disse que a cegueira dele é irreversível, mas a gente pensava que a cegueira era de maus-tratos. Ela questionou se era isso mesmo, porque achava que era outra coisa. Aí, eu gelei”.

Na sequência, a oftalmologista explicou a existência do vírus mutável, que alguns gatinhos desenvolvem a PIF, e que isso afeta muito o animal. “Ela disse que não tinha cura até então, falou que está sendo feito um trabalho experimental com um medicamento, que é importando e que está tendo muito resultado em animais”.

Logo após o diagnóstico, Mariana e o marido optaram pelo tratamento paliativo, que é para amenizar a dor do animal durante o tempo em que ele viver. Com o Instagram “Abu Contra a PIF”, o gato tem comovido a web, não apenas com ajuda financeira, mas com palavras, que segundo a tutora são motivadoras na luta e no tratamento do gato.

COMPARTILHAR