A farmacêutica americana Moderna anunciou nesta quinta-feira (8) que não vai registrar patentes da sua vacina contra a Covid-19 enquanto a pandemia do novo coronavírus não chegar ao fim. Com isso, caso a decisão se confirme, outros laboratórios poderão replicar a fórmula do imunizante.

A vacina testada pela Moderna é tida como uma das principais candidatas na corrida por um imunizante capaz de bloquear a infecção pelo Sars-CoV-2. A farmacêutica recebeu 1 bilhão de dólares do governo dos Estados Unidos para acelerar as pesquisas.

COMPARTILHAR