Ex-prefeito de Ipirá Aníbal Ramos Aragão é enterrado

Emoção e tristeza marcaram o sepultamento do ex-prefeito de Ipirá, Aníbal Ramos Aragão. A grande presença de pessoas no Povoado do João Velho, na tarde desata terça-feira (13) no velório e durante o cortejo em direção ao cemitério é uma clara demonstração de como o vaqueiro Aníbal Ramos, era querido e respeitado por todos os que o conheceram. O grande público presente em sua despedida revela, também, o reconhecimento de uma comunidade a alguém que dedicou a vida para servir ao próximo.

O corpo do ex-prefeito de Ipirá, Aníbal Ramos Aragão, de 53 anos, foi enterrado no cemitério do povoado de João Velho, sob comoção de familiares, amigos e políticos.

Aníbal Ramos morreu após uma batida entre um carro e uma caminhonete, na BA-052, no distrito de Bonfim de Feira, em Feira de Santana, cidade a 100 km de Salvador.

Uma multidão acompanhou o velório do ex-prefeito na manhã desta terça, na Câmara de Vereadores de Ipirá. Após a cerimônia, o corpo dele foi levado para uma igreja, que fica no povoado de João Velho, onde ele morava.

Segundo informações da delegacia de Feira de Santana, Aníbal dirigia o carro envolvido no acidente. Ele foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana, mas não resistiu aos ferimentos.

A outra vítima, o caminhoneiro da cidade de Irecê, Roberto Carlos Gomes  morreu no local do acidente. O corpo do caminhoneiro está sendo velado no Salão da Igreja Testemunha de Jeová e o sepultamento vai ocorrer amanha.

Após a batida, o caminhonete chegou a capotar na pista. O carro de Aníbal ficou destruído. A polícia de Feira de Santana informou que não há detalhes sobre as causas do acidente. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Aníbal Ramos, além de prefeito, também foi vereador de Ipirá e presidente da Câmara de Vereadores. Ele era casado, tinha duas filhas e uma neta, que nasceu há 15 dias.

A Prefeitura de Ipirá decretou luto de três dias na cidade. O expediente foi suspenso, nesta terça-feira (13), em todos os setores públicos da cidade, para que os funcionários acompanhassem o velório de Aníbal.

COMPARTILHAR