Ciro suspende pré-candidatura ao Planalto após PDT aderir à PEC dos precatórios

O ex-ministro?Ciro Gomes (PDT)?anunciou ontem a suspensão de sua pré-candidatura ao?Palácio do Planalto?

O ex-ministro?Ciro Gomes (PDT)?anunciou ontem a suspensão de sua pré-candidatura ao?Palácio do Planalto?até que seu partido “reavalie” sua posição quanto à?PEC dos precatórios, aprovada em primeiro turno na madrugada de ontem, na Câmara. A legenda, que faz oposição ao governo?Bolsonaro, aderiu à proposta e foi fundamental para a aprovação. 

“Há momentos em que a vida nos traz surpresas fortemente negativas e nos coloca graves desafios. É o que sinto, neste momento, ao deparar-me com a decisão de parte substantiva da bancada do PDT de apoiar a famigerada PEC dos precatórios”, disse o pedetista, por meio de nota divulgada em suas mídias sociais. 

?“A mim só resta um caminho: deixar a minha pré-candidatura em suspenso até que a bancada do meu partido reavalie sua posição”, afirmou. 

Com 15 votos a favor e seis contra, o partido de Ciro foi decisivo para que a proposta fosse aprovada na Câmara. O texto principal passou com margem tímida de apenas quatro votos — foram 312 a favor, quando o mínimo necessário são 308. Outras siglas que pretendem lançar candidaturas de oposição a Bolsonaro, como?PSDB, Podemos e PSD também contribuíram para a aprovação.? 

Ciro afirmou que espera que a legenda “reverta a decisão” e “volte ao rumo certo” na votação em segundo turno, antes que o texto siga para o Senado. Segundo apurou o?Estadão/Broadcast, a votação dos destaques e do segundo turno acontecerá na próxima semana. 

Antes mesmo que Ciro se manifestasse, o assunto já havia ganhado tração nas redes sociais ao longo da madrugada desta quinta-feira. Termos relacionados ao PDT e à PEC dos precatórios chegaram aos tópicos mais comentados do Twitter, com dezenas de milhares de tweets comentando o apoio dado pela legenda à pauta governista. 

Fonte: O Estado de S.Paulo 

COMPARTILHAR