Ataque de Bolsonaro repercute na imprensa internacional

Jornais e sites jornalísticos de países como Reino Unido, Estados Unidos, Argentina e Índia publicaram textos sobre a ameaça do presidente Jair Bolsonaro a um repórter do jornal “O Globo”. No domingo (23), enquanto se aproximava da Catedral de Brasília, o jornalista perguntou sobre cheques no valor total de R$ 89 mil que teriam sido depositados entre 2011 e 2016 pelo ex-assessor Fabrício Queiroz e pela esposa dele, Márcia Aguiar, na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Inicialmente, Bolsonaro disse que não iria responder. Depois, o presidente disse aos jornalistas: “Eu vou encher a boca desse cara na porrada”. Na sequência, o presidente emendou: “Minha vontade é encher tua boca na porrada”.

Políticos da oposição e pessoas da mídia brasileira condenaram a fala de Bolsonaro imediatamente, publicou o “The Guardian”, um grande jornal do Reino Unido. O “Independent” e a versão online do “Daily Mail” também registraram a ameaça.

As agências de notícias AFP e Reuters resgataram as questões sobre Queiroz, que continuam a assombrar a família Bolsonaro, e cuja a investigação sobre o ex-assessor incomodam o presidente e sua promessa de não tolerar corrupção.

O texto da Reuters foi reproduzido no site do “The New York Times”, dos Estados Unidos.

Reprodução de notícia da Sky TV sobre a ameaça de Bolsonaro a um repórter — Foto: Reprodução/Sky TV

Reprodução de notícia da Sky TV sobre a ameaça de Bolsonaro a um repórter — Foto: Reprodução/Sky TV

A Sky News, também do Reino Unido, explica que Queiroz era um assessor de Flávio Bolsonaro, o filho mais velho do presidente.

“Clarín” e “La Nación”, os dois principais jornais da Argentina, também noticiaram o incidente. Os leitores argentinos leram que Queiroz e Flávio são investigados por desviar o salário de funcionários do atual senador quando ele era deputado estadual, e que a primeira-dama não se pronunciou sobre o caso. Os jornais argentinos também informaram que houve repúdio da sociedade civil.

Jornais da Índia, como o “India Today” e o “The Hindu”, publicaram reportagens sobre a ameaça.

Texto do jornal argentino "Clarín" sobre a ameaça de violência feita por Bolsonaro — Foto: Reprodução/Clarín

Texto do jornal argentino “Clarín” sobre a ameaça de violência feita por Bolsonaro — Foto: Reprodução/Clarín

O “ABC”, da Espanha, publicou em sua página a história da ameaça e lembrou que não é a primeira vez que Bolsonaro responde de forma agressiva perguntas sobre Queiroz.

Em dezembro de 2019, um homem perguntou ao presidente se tinha comprovantes dos empréstimos que tinha feito a Queiroz. Os espanhóis leram que na ocasião o presidente do Brasil respondeu: “Pergunta para a sua mãe o comprovante que ela deu para o teu pai”.

G1

COMPARTILHAR