Vereador e ex-Olodum, cantor gospel Irmão Lázaro morre vítima da covid-19

Vereador, cantor gospel e ex-integrante do Olodum, Irmão Lázaro (PL), de 54 anos, morreu na noite de sexta-feira (19) por complicações da covid-19. Ele estava internado há cerca de um mês no hospital São Mateus, em Feira de Santana, na Bahia, cidade próxima a Salvador, onde atuava como parlamentar. A informação foi confirmada pela assessoria do vereador e divulgada no perfil do Instagram.

“Infelizmente, perdemos nosso irmão Lázaro, quis o Senhor levar para o seu lado na glória”, dizia a mensagem publicada no perfil oficial do cantor.

Thank you for watching

O quadro clínico de Lázaro na sexta-feira, segundo o boletim médico, era extremamente delicado. Durante a internação, foi cogitada uma transferência para um hospital de Salvador, mas os médicos desistiram após o agravamento da situação. 

Lázaro havia testado positivo para covid-19 em 15 de fevereiro e iniciou o tratamento em casa. No dia 22, sentiu maior desconforto, febre e foi procurar atendimento no hospital. Estava com metade dos pulmões comprometidos e ficou internado. Três dias depois, foi transferido para a UTI.

Além do mandato como vereador, Lázaro já havia atuado como deputado federal entre 2015 e 2018. Tentou se eleger senador, mas não venceu as eleições. Ele ficou conhecido por ser integrante do grupo Olodum nos anos 1990. Ao se converter aos cristianismo e passar a frequentar uma igreja evangélica, decidiu seguir carreira gospel. 

Vários artistas e políticos se manifestaram sobre a morte de Lázaro, como o político ACM Neto e os músicos André Valadão e Regis Danese.

 

COMPARTILHAR