JURANDY SUGERE NOME DE DESEMBARGADOR PARA BATIZAR FÓRUM DE GUANAMBI

 

O deputado Jurandy Oliveira (PSB) sugeriu ao presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargador Nilson Castelo Branco, que batize o Fórum de Guanambi com o nome de Almir Edson Lélis Lima. Esta homenagem póstuma, segundo explicou o deputado na indicação apresentada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA),  “se mostra imprescindível em face da conduta exemplar do saudoso magistrado”.

Nascido em 25 de abril de 1954, em Palmas de Monte Alto, Almir Edson foi um dos fundadores e presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção de Guanambi, advogando por muitos anos na região Sudoeste, inclusive no contencioso do extinto Banco do Estado da Bahia (Baneb).

O ingresso na magistratura se deu por concurso público em 1990, atuando nas Comarcas de Igaporã, Riacho de Santana, Carinhanha, Candeias e Guanambi como Juiz Titular.

Almir Edson Lélis Lima presidiu também as comarcas de Correntina, Cocos, Bom Jesus da Lapa; o Juizado Especial de Guanambi, Caculé, Urandi, Jacaraci, além das extintas comarcas de Licínio de Almeida e Malhada. Morreu em Guanambi em novembro de 2020, onde exercia a titularidade da 2ª Vara Cível.

COMPARTILHAR