Índio Ramírez evita falar sobre acusação de injúria racial: “Não penso mais nesse tema”

Nesta terça-feira (12), o meia-atacante Índio Ramírez concedeu entrevista no CT Evaristo de Macedo e foi questionado sobre o caso em que ele foi acusado de injúria racial, mas até o momento não há provas de que ele realmente chamou Gerson de negro.

“Não penso mais nesse tema. Estou tranquilo, quero jogar. Como disse antes, vim para o Brasil para jogar, para mostrar meu bom futebol. Para ser reconhecido por minhas boas atuações, e não pelo que é dito por aí”, disse o jogador.

Ramírez também comentou sobre a rápida titularidade no Bahia e quer ajudar o time a subir de posição.

“Não esperava que seria tão rápido o titular. Cheguei e rápido coloquei na cabeça de fazer as coisas bem para ajudar o clube. Graças a Deus estou bem e espero continuar ajudando o clube. Queremos sempre colocar a equipe na frente”, afirmou.

O Bahia só volta a entrar em campo no dia 20 de janeiro, uma quarta-feira, às 18h, para enfrentar o Athletico-PR, na Arena Fonte Nova.

COMPARTILHAR