Prefeitura de Mairi promove 1º mutirão de castração de cães e gatos

A ação promovida pela prefeitura visa diminuir o número de animais abandonados na cidade

A prefeitura de municipal de Mairi, a 296 quilômetros de Salvador, fez um investimento inédito na cidade, aplicando recursos públicos na contratação de um castramóvel para castração de cães e gatos de famílias carentes  e para àqueles que foram resgatados e doados pela AMPA (Associação Mairiense de Proteção animal) grupo de voluntários que atuam no município. Quem é dono de cão ou gato e tem interesse em castrar o bichinho de estimação pode utilizar o Castramóvel até o dia 17 de maio. 

De acordo com a secretaria de saúde do município, a ação que é completamente gratuita, visa controlar a população de animais de rua, evitando assim que estes animais continuem a se reproduzir e consequentemente, gerar mais abandono, maus-tratos e doenças. “Esta é uma forma de reduzir o abandono de animais nas ruas em situação de risco e também impedir futuros problemas de saúde em cães e gatos. Apoiar ações que partem da sociedade em prol do bem-estar da população e dos animais tem sido uma prioridade do prefeito José Bonifacio Pereira da Silva ”, destacou a secretária de Saúde Silvia Carneiro.

O mutirão começou nesta segunda-feira (13) e segue até o dia 17 de maio. O Castramóvel está localizado em frente ao Ginásio de Esportes. O serviço de castração gratuito itinerante (caminhão-consultório) envolve enfermeiros e um veterinário na realização de cirurgias em cães e gatos de ambos os sexos. A previsão é castrar 200 animais na sede e Zona Rural. De acordo com o veterinário Ricardo Mendes podem ser castrados cães e gatos, machos e fêmeas, de seis meses a cinco anos de idade. Não poderão passar pelo procedimento cirúrgico os animais que estiverem doentes, com infestação de pulgas ou carrapatos, fêmeas no cio ou gestantes.

O veterinário responsável pelo castramovél,  Dr Rodrigo Mendes, destacou o crescente aumento populacional de cães e gatos é um problema de todo o Brasil e a solução viável que ameniza é a castração, evitando que estes animais continuem a se reproduzir e consequentemente, gerarem mais abandono. Ele disse que pretende continuar a parceria com outras prefeituras da região.


COMPARTILHAR